Duas Semanas De Corrida

Ao fim de duas semanas de blogue é altura de um pare-escute-e-olhe.

A frase «Este é um blogue pessoal de amor à arte» poderia ser o Editorial nº2, em vez do longo e caloroso manifesto que está na segunda página de Drama Pessoal.

Quando começou a instalação deste blogue no site WordPress, havia 1,859,982 bloguistas registados só nessa plataforma. Mais ao menos à hora do jantar, eram 61,166 as novas entradas de conteúdo, ou posts desse dia. Quando terminou a montagem de Drama Pessoal, pelas 02.50h do dia seguinte, eram já 8.922 os posts frescos do dia e 1,861,809 os bloguistas WordPress, ou seja, havia mais 1.827 novos parceiros.

O novo autor sente-se no meio de uma grande corrida urbana e cosmopolita, mesmo só no contexto da sua língua-mãe-pai, graças ao enxame de concorrentes brasileiros. Lá vai ele, no meio da Maratona de Nova Iorque, na secção latina dos últimos inscritos, misturado com homens-abóbora, abelhas de nariz encarnado, super-heróis variados e gente que ama a querida mãe acima do desporto competitivo e quer dizê-lo ao mundo.

 

07nycmevents07.jpg

 

O querer passar à frente é uma inquietação. O blogue WordPress de maior crescimento em língua portuguesa na altura do arranque de Drama Pessoal era português, e chamava-se As Mais Boas de Portugal. O post mais popular dessa fase foi «As mais bem pagas de Hollywood». Vox populi (e imax populi) chega-nos mais à frente. Divulgar o que já nasceu divulgado vale o amor do grande público bloguista.

Mas «melhor do que viver no coração do público é viver no nosso apartamento» (Woody Allen). Apartamento é uma palavra densa: o sítio onde queremos viver, na cidade, é um espaço de separação. Uma casa pode chamar-se separação.

Um blogue é uma casa. Quanto mais separada do barulho, mais capaz de ouvir a sua própria música e dá-la a ouvir a quem quer entrar.

Este blogue optou por um arranjo gráfico potencialmente discreto e disciplinado, mas não o respeitou à risca neste arranque. Algumas imagens fizeram demasiado ruído de cor e espaço. Queriam ser vistas.

Escapou também alguma opinião sobre assuntos públicos. Essa vai ser muito mais reduzida daqui para a frente. Drama Pessoal agradece os muitos e-mails (e até os reduzidos comentários directos) que recebeu de reacção ao magro conteúdo.

«Este é um blogue pessoal de amor à arte» vai ser o Editorial nº2.

Obrigado a todos.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s