Call Girl (caminhada nocturna)

 

callgirl_fotodramapessoal_blogue.jpg
Call Girl”, foto dramapessoal

 

Quando a conheci
interessava-me
pela guerra,
suplantavam-me nos torneios
se me distraía
com decotes ou cismas,
entre amigos espalhava
dobrões nos bordéis,
a cidade era doce nas fontes,
pórticos saravam travessias.
Ela degolou tudo,
honrei-lhe o corpo
cravando tão fundo quanto pude
os pregos da paixão,
entrelacei espinhos do amor
numa coroa real,
e no escudo
mandei pintar insígnias
da casa a que pertence.
Mas traiu-me
e matei-a.

 

poema de Fátima Maldonado,
de Painéis de Vigilância.

in Cadeias de Transmissão (antologia da obra completa), ed. Frenesi, 1999.

fotografia: pormenor de montra (ou escaparate ou vitrina) de loja de Lisboa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s