Bela

 

bela

 

Chamamos-lhe Bela. Não sabemos quem é.
Comprámos a fotografia por dez escudos, há uns vinte anos.
As arcadas de metal que intrigam alguns, nas varandas velhas de Lisboa, funcionavam assim, como suportes de divisórias.
Bela tem uma vida pela frente. É muito jovem.
Talvez demasiado, diria ela.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s